Morre Chiquinho Vírgula: Compositor do grande samba “Insensato Destino”

Morre Chiquinho Vírgula: Compositor do grande samba “Insensato Destino”

0

O cantor e compositor Chiquinho Vírgula, de 61 anos, morreu, na manhã de hoje, vítima de um infarto, dentro de casa, no Cachambi, na Zona Norte do Rio. Ele é coautor de “Insensato destino” (com Maurício Lins e Acyr Marques), um dos maiores sucesso de Almir Guineto e que foi gravado por muitos outros artistas. Gente como Zeca Pagodinho, Reinaldo, Alcione, além dos grupos Fundo de Quintal e Revelação.

Carioca do Rio Comprido, Francisco Magalhães de Souza, o Chiquinho Vírgula, cresceu em Piedade. Foi lá que conheceu os caminhos para o Cacique de Ramos e a quadra do Império Serrano, suas portas de entrada para o mundo do samba. Em 1983, aos 28 anos, teve a sua primeira música gravada: “Fases de amor” (Com Marquinhos PQD e Fernando Piolho), no LP “Nos Pagodes da Vida”, do grupo Fundo de Quintal.

Por 19 anos, Chiquinho trabalhou na Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia (Finep). Foi contínuo e auxiliar administrativo. Ele estava desempregado desde julho de 2016, quando deixou o posto de assistente operacional da Associação dos Servidores da Prefeitura do Rio de Janeiro (ASPRERJ). Os últimos dias de Chiquinho foram de preocupação. Enquanto tentava se aposentar, procurava emprego.

Sujeito pacato e muito ligado à família, ele buscava sua paz dentro de casa, na fé em Deus e num sonho antigo: Chiqunho estava gravando seu primeiro álbum.

Mas por volta das 6h de hoje, o compositor, pouco depois de se levantar da cama, sentiu fortes dores no peito, sofreu um infarto e morreu. O enterro deve acontecer na tarde de amanhã, mas ainda não se sabe em qual cemitério.
Fonte: O Globo

Compartilhar.

Sobre o Autor

Responder

Copyright 2015 | Desenvolvido por Falcon5M - Criação de Sites

background